Calo ou Falo
Este corte,/ A boca, /Meu melhor açoite;/Sangra palavras!
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Perfil
Luís Carlos nasceu em Senhora dos Remédios-Minas Gerais e reside desde 1984 em Salvador-Bahia.
É militar da Aeronáutica e publicou em Cadernos Negros 25, 27, 29, 30, 31 e 33. Acredita que escrever é perpetuar num refrão um grito. Adota a alcunha 'Aseokaýnha', que em tupi significa 'Céu da Boca', e o persegue um sobrenome africano.



Carlindo Fausto Antônio em seu Cadernos Negros: esboço de análise, Campinas – SP 2005, Tese apresentada ao Departamento de Teoria Literária do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas como parte dos requisitos para a obtenção do título de Doutor em Teoria Literária, relata que Luís Carlos de Oliveira elevou a palavra à posição central em seus poemas pois é ela que constrói, na articulação dos sujeitos, os sentidos. Segundo Fausto o autor toca os níveis da concepção sugerida a partir da palavra que ilumina.

" O som não tem a velocidade da luz mas a palavra ilumina"

-Obra Individual:

Calo ou Falo, Editora Writers, São Paulo, 2000.

-Antologias:

*De Corpo Inteiro, Art- Contemp Editora, Salvador, 1998.
*Art-Poesia - Poesias, Frases, Desenhos, Salvador, 2000.
*Grandes Escritores da Bahia, Editora Litteris, Rio de Janeiro, 2001.
*O Negro em Versos-Antologia da Poesia Negra Brasileira, Editora Moderna , 2005.
*Contemporaneidade- Poesia e Conto, Òmnira, Salvador, 2006
*Cadernos Negros 25, Quilombhoje, São Paulo, 2002
*Cadernos Negros 27, Quilombhoje, São Paulo, 2004
*Cadernos Negros 29, Quilombhoje, São Paulo, 2006
*Cadernos Negros 30, Quilombhoje, São Paulo, 2007
*Cadernos Negros 31, Quilombhoje, São Paulo, 2008
*Cadernos Negros 33, Quilombhoje, São Paulo, 2010
*Cadernos Negros 34, Quilombhoje, São Paulo, 2011
*Cadernos Negros 35, Quilombhoje, São Paulo, 2012
*Cadernos Negros 37, Quilombhoje, São Paulo, 2014
*Cadernos Negros 38, Quilombhoje, São Paulo, 2015

-Na Internet:

http://codaquebleque.zip.net