× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Calo ou Falo
Este corte,/ A boca, /Meu melhor açoite;/Sangra palavras!
Textos
A BASE 28

A BASE 28

O Mestre estava de serviço no portão da guarda quando foi interpelado por outro militar, em trânsito, sondando sobre a base, visto que o mesmo queria ser transferido.

- Mestre, como é esta base?

O Mestre cumpriu primeiramente com as saudações do ritual militar e perguntou, pacientemente:

- Como era a vida no quartel onde você servia anteriormente?
- A vida não era nada boa, as pessoas eram como desconhecidas, tratavam-se mal, fiz muitas inimizades e havia muitas conversas depreciativas entre todos.

Respondeu o guerreiro.

O mestre adiantou-se:
- Aqui acontece a mesma coisa. Melhor você procurar outra base. Aqui você não vai ser feliz; conclusão esta que o viajante acatou e aderiu.

No outro dia pela manhã o Mestre foi interrompido, em sua água de coco que bebia, enquanto aguardava a rendição para a passagem do serviço, também em frente ao portão da mesma guarda. Um outro militar saudou-o e perguntou sobre a vida por dentro dos portões daquele quartel.
Sua intenção também era pesquisar sobre a rotina daquela unidade.
O Mestre respondeu primeiramente com as saudações do ritual militar e perguntou, pacientemente:
- Como era a vida no quartel onde você servia anteriormente?
- A vida era excelente, as pessoas tratavam-se com respeito e cordialidade, havia muita amizade e as conversas versavam sempre em engrandecer e saudar a alegria dos outros.Fiz muitas amizades por lá.
Respondeu o nostálgico guerreiro.
- Aqui é exatamente como a sua base anterior. Os nossos portões estão abertos para recebê-lo.
Apressou o mestre em avisar a guarda da chegada de mais um novo efetivo componente e saudá-lo com a ala formada.
Luís Aseokaynha
Enviado por Luís Aseokaynha em 19/03/2011
Alterado em 21/03/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários