Calo ou Falo
Este corte,/ A boca, /Meu melhor açoite;/Sangra palavras!
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

DOMINGO-FEIRA
Retirei do calendário aquela grade que prende os dias.
Mandei todos removerem dos pulsos os relógios.
O máximo era misturar as vestes,
Roupa de missa, fantasias e de trabalho.
Houve ao mesmo tempo colheita,
Missa, feira e quermesse.
- Quantos aniversários!
As luas dissolveram-se no período,
Cumpriram-se, como açúcar, todos os feitiços.
Tudo virou fevereiro!
Luís Carlos Oliveira Aseokaynha
Enviado por Luís Carlos Oliveira Aseokaynha em 10/07/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários