Calo ou Falo
Este corte,/ A boca, /Meu melhor açoite;/Sangra palavras!
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

EX NUNC

Até antes desta data, da vigência deste poema,
O mago era outro.
Haviam saltos entre os dimensões,
Frequências aquém e além
No espectro das sensações.

A partir de hoje há vias,
Desvariações
Construídas com tecnologia poética;
Pontes inequívocas entre os entes,
Redes de enlace,
Posicionamento sideral.

Os ciclos e os séculos foram reciclados,
Transformada a arte em vestimenta,
Poesia em energia, canto em sentimento.
- Amanhã celebraremos!
Luís Carlos Oliveira Aseokaynha
Enviado por Luís Carlos Oliveira Aseokaynha em 16/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários